quinta-feira, outubro 26, 2006

Dura lex sed lex


Olá novamente!
Hoje venho falar-vos de várias coisas. Se calhar começo pelas coisas sérias…. Já tão a ver qual é? Pois…. Infelizmente na semana passada o Benfica perdeu contra o Celtic. Paciência… sabem como é… isto do futebol é como ter um filho: só contam aqueles que entram, e foi isso que aconteceu, 3 golos sem resposta. Pode ser que nos próximos jogos a nossa sorte mude e assim possamos dar alguns dissabores aos adeptos do FCP que durante o jogo com o Hamburgo gritaram de alegria quando a equipa escocesa ia marcando à sua equipa arqui-inimiga.. Com isto não quero tirar nenhum mérito à equipa do porto pois merece-o por completo pela forma como se bateu e não se deixou bater pelo Hamburgo, com excepção ao golo de honra marcado pela equipa visitante
Algumas das notícias que têm estado na berlinda é o fim de algumas Scuts. Não…, as scuts não são a mesma coisa que aquelas motas pequeninas parecidas com as vespas, mas sim estradas sem custos para o utilizador. Se por um lado as auto-estradas convencionais teoricamente só são pagas por quem as utiliza, nas scuts todos os contribuintes contribuem (passo a redundância) para ajudar nos custos destas estradas. Pode parecer injusto mas por outro lado quem as utiliza vai passar a pagar qualquer coisa como 0,06 euros por km o que dá 0,12 euros por cada 2 kms (se a calculadora não me enganou). Não me querendo alargar muito neste assunto para além de em alguns casos esta medida ser inconstitucional pois há trajectos que não têm alternativa, o nosso querido primeiro ministro Sócrates que curiosamente tem o mesmo nome de um famoso filósofo grego que dizia que nada devia ser escrito, neste caso nada devia ser dito, ou melhor prometido pois se a segunda figura mais importante da República Portuguesa (note-se que a primeira é a dona Rosa que faz as limpezas todas as quartas-feiras lá na Assembleia da República), se o nosso primeiro-ministro não dá o exemplo de integridade e honestidade quem é que o vai fazer? Eu? Não me parece….

1 comentário:

100 AÇÇunTTo disse...

eu quando era pequenina queria uma scut... POis é mas o embriao cresce e... concordo ctg, será injusto para os contribuintes. porém se verificares relativamente à europa nós somos o país que mais portangens tem por km2. Isso como podes prever é encher os bolsos (como sempre) a uma duzia de gats pingados. Isso alguma vez mudará? talvez não. Se as scuts implicassem um abolimento das portangens concordaria pois comparativamente aos outros países estamos em desvantagem (pois as portagens na minha opiniao resulta numa diminuição da implantação de novas industrias e empresas internacionais. Se pensarmos, as taxas do nosso aeroporto de liboa são as mais caras da peninsula iberica (e não somos um país assim tao grande) e adicionado esse cargo temos ainda umas senhoras portangens CARAS (não da revista) que aumentam os custos do transporte de mercadorias. Podia até afirmar que apostar em portugal neste momento é suicidio mas ha sempre aventureiros..

pois.. e quem se lixa é sempre o zé povinho....

:S

quanto aos filhos e ao futebol... eheheh há muito que nao via a malta a filosofar tao intrinsecamente realmente e verdadeiramente.... hum... :D

Abraços
Aline